‹ Voltar

OS APÓSTOLOS DOS ÚLTIMOS TEMPOS

          Nas aparições de Nossa Senhora de La Salette, na França, em 1846, tal como São Luís de Montfort falou dos APÓSTOLOS dos Últimos Tempos.

          São Luís Maria Grignion de Montfort, na sua obra “Tratado da Verdadeira devoção à Santíssima Virgem Maria”, profetizou o surgimento futuro daqueles a que o próprio Santo chamou de “Apóstolos dos Últimos Tempos” e que viriam a ser confirmados, mais tarde, durante as aparições de Nossa Senhora de La Salette:

          “Eu dirijo um urgente apelo à Terra; chamo os verdadeiros discípulos do Deus Vivo que reina nos Céus; chamo os  verdadeiros imitadores de Cristo feito Homem, o único e verdadeiro salvador dos homens; chamo os Meus filhos, os Meus verdadeiros devotos, aqueles que já Me consagraram a fim de que vos conduza ao Meu Divino Filho; os que, por assim dizer, levo nos Meus braços, os que têm vivido do Meu Espírito; finalmente, chamo os Apóstolos do Últimos Tempos, os fiéis discípulos de Jesus Cristo que têm vivido no desprezo do mundo e de si próprios, na pobreza e na humildade, no desprezo e no silêncio, na oração e na mortificação, na castidade e na união com Deus, no sofrimento e no desconhecimento do mundo. Já é hora de que saiam e venham iluminar a Terra. Ide e mostrai-vos como filhos queridos Meus. Eu estou convosco e em vós sempre que a vossa fé seja a luz que alumie, e nesses dias de infortúnio, que o vosso zelo vos faça famintos da glória de Deus e da honra de Jesus Cristo.”

         Santa Margarida Maria Alacoque (1647-1690), descrevendo a terceira grande revelação de Jesus, com que foi privilegiada, diz o seguinte: “Em seguida, Ele revelou-me as inefáveis maravilhas de Seu Puro Amor, o excesso desse Seu Amor aos homens, dos quais Ele nada recebe senão ingratidão e desprezo, e disse: ISTO CAUSA-ME UMA TRISTEZA MAIOR DO QUE  TUDO QUANTO SOFRI NA MINHA PAIXÃO.  Se os homens correspondessem por pouco que fosse ao Meu Amor, Eu julgaria pouca coisa tudo quanto fiz por eles, e se fosse possível, faria ainda muito mais. Contudo, eles pagam com fineza e desprezo todo o Meu zelo em lhes fazer bem. Por isso, “ao menos tu”, dá-me alegria de reparar a sua ingratidão, tanto quanto puderes!”

          Prestem bem atenção nesta queixa de Jesus quando Ele diz: ‘Ao menos tu”. Vejamos como Ele, o nosso Criador,  está sendo rejeitado e  desprezado, assim como está escrito na Sagrada Escritura em Lc. 17,25. Leia também em Mt. 22,14. Nos dias de hoje, os homens estão muito afastados do caminho de Deus, poucos estão dando importância aos apelos da  Virgem Maria. Em 1846, La Salette (França), Ela já havia advertido dizendo: Os Sacerdotes, ministros de Meu Filho, por causa de sua má vida, pelas suas irreverências e pela sua impiedade ao celebrar os santos mistérios, pelo amor ao dinheiro, amor as honras e prazeres, converteram-se em “CLOACAS DE IMPUREZA”. Sim, os sacerdotes provocam a vingança e a vingança pende sobre suas cabeças. “Ai dos sacerdotes e pessoas consagradas a Deus, que pelas suas infidelidades e más vidas crucificam Meu Filho de novo! Os pecados das pessoas consagradas a Deus “CLAMAM AOS CÉUS” e atraem vingança e eis a vingança está as suas portas, porque já não se encontra ninguém para implorar misericórdia e perdão para o povo. Já não há almas generosas, já não há ninguém digno de oferecer a Vítima sem mancha ao Eterno PAI, pelo mundo. Deus vai castigar de maneira sem precedentes. Ai dos habitantes da Terra! Deus vai esgotar a Sua cólera e ninguém poderá fugir de tantos males juntos.

         Portanto, já faz 167 anos que a Virgem Maria fez este triste apelo, porque à alma consagrada (“Sacerdote, religioso, religiosa”) foi confiada a responsabilidade de conduzir o povo para o caminho de Deus. “Mas todo o que fizer cair no pecado a um destes pequeninos que creem em Mim, melhor lhe fora que uma pedra de moinho lhe fosse posta ao pescoço e o lançassem ao mar” (Mc. 9,42).   Vejamos que nós já temos grandes exemplos, como: a Arca de Noé, Sodoma e Gomorra, depois com o Nascimento de Cristo, quase todos desprezaram e até zombaram, como estão zombando até hoje. Por este motivo que a nossa Grande Mãe do Céu está escolhendo pessoas como o nosso Profeta Pedro II que, há 42 anos, vem transmitindo os recados do Céu, e tantos outros espalhados pelo mundo, com uma só finalidade: “O Grande retorno do nosso Glorioso Jesus Cristo”.

         “O reino dos céus é semelhante a um grão de mostarda, que um homem semeou no campo; o qual é a mais pequena das sementes, mas tendo crescido, é a maior das hortaliças, e ergue-se como uma árvore, onde as aves do céu vêm e habitam sobre seus ramos”(MT.13,31-32)

         Aquele que semear em sua alma os conselhos deste livro e passar para seus próximos com cuidado e amor, esta pessoa se transformará em árvore da virtude sólida e se tornará filhos da luz.

         Por um magro salário, correm-se até o fim do mundo; pela vida eterna, muitos hesitam até em dar o primeiro passo.


 

Eugênio Schoma

Maio de 2014



LOCALIZAÇÃO
Rua Azulão, n° 21 - Bairro Ariribá - Bal. Camboriú - SC
CEP: 88.338-505

CONTATO
(47) 3360-7167
eugenio@ceifadores.com.br

Desenvolvido por:


PluGzOne